Sem categoria

Um texto dedicado aos sonhadores

tumblr_o8bwy2nfna1uvx0ubo1_500.gif

 

A realidade pode ser cruel.

O mundo requer de nós um amadurecimento rápido e rasteiro, não dando tempo para aqueles que possuem um ritmo um pouco mais lento.

Muitos sonhos são destroçados no meio desse caminho e a vida não está nem aí.
Olhamos a nossa volta e vemos um cotidiano que não para, que não tem tempo para os sonhadores. Multidões que andam de passo acelerado sem sequer perceber como o céu está bonito hoje, ou como a vida é boa para se viver. É uma rotina monótona. Casa, trabalho, trabalho, casa. Não é à toa que tanta gente só consegue sentir um toque de felicidade quando chega a sexta feira. Nos outros dias se esforça muito apenas para ter forças para levantar da cama.

Nós sonhadores somos soldados, fazemos um curativo novo a cada “não vai dar certo” que escutamos. Tomamos decepções no café da manhã. Pessoas que subestimam nossos sonhos, são só algumas nesse enorme campo de batalha que se tornou a vida.

E sabe esses tempos difíceis que você tanto questiona? São eles que te farão ainda mais forte do que você já é. Então não fuja, não se exclua, não se diminua, não pare de criar, não deixe de continuar. Coe um café, avance e reme mais um pouco.

Apesar de alguns de nossos sonhos, ou até mesmo todos eles, parecerem impossíveis, eles não são. Nada é. A questão é que se lutarmos conseguiremos. Nada vem de graça. Temos que batalhar, dar o nosso máximo e então conseguiremos aquilo que tanto almejamos. Não se trata de um sonho simples ou um sonho gigantesco, trata-se do valor que você dá para ele e do quanto você batalha para alcança-lo.

É, os tempos estão mesmo difíceis para os sonhadores. Principalmente para aqueles que decidiram encarar a cruel realidade. Sabemos que não é fácil. Mas é pior ainda ter que enfrentar uma vida sem sonhos.

Então sonhe com o que você quiser, vá para aonde você quer ir, seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos. Tenha felicidade o bastante para faze-la doce, dificuldades para faze-la forte, tristeza para faze-la humana e esperança para faze-la feliz.

  • Uma adaptação de textos autorais, da Bruna Vieira e do João Bertoni.
Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s